Sejam bem vindos!

Um dos requisitos necessários ao professor da atualidade é manter-se atualizado em sua área, inovar sempre e demonstrar criatividade e disposição para modificar e melhorar a sua prática pedagógica.

Portanto, este blog foi criado para auxiliar nesta tarefa, contribuindo para a troca de experiências, com novas ideias, sugestões, textos teóricos, mensagens reflexivas, vídeos e muito mais.

Espero que todos apreciem, dê a sua sugestão do que gostaria de ver postado aqui e deixe o seu recado, ficarei muito satisfeita em atender as solicitações sempre que possível.

Bom passeio a todos!



terça-feira, 1 de março de 2011

DAS FRALDAS PARA O PENICO.


Por volta dos 2 anos a criança costuma dar sinais de que deseja largar a fralda. Mas, para que o uso do peniquinho seja coroado de sucesso, é preciso realizar um treino de maneira tranquila, natural e divertida. A criança dá demonstrações de que quer começar a sair das fraldas. Basta ficar bem atenta a seus gestos e atitudes. Ela mostra que está preparada quando:
. A fralda permanece seca por determinado período, indicando que a criança consegue ficar sem fazer xixi ou defecar por algum tempo. Ou seja, por cerca de uma hora e meia a duas, ela não fica “apertada”.
. Por conta própria, quer tirar a fralda, reclamando que está “apertada” ou “molhada”.
. Pára o que está fazendo, aponta para a fralda ou faz algum barulho, tentando demonstrar que está prestes a urinar ou defecar, ou até dizer que já fez.
. Vê os pais ou o irmãozinho mais velho usando o vaso sanitário e diz que quer fazer igual.
Apresentando o peniquinho
. Arrume um penico bonitinho e deixe a criança explorá-lo, como se fosse um brinquedo. Tenha um bate-papo descontraído, dizendo que nesse penico ela deverá fazer o xixi e o cocô. Para ela ir se acostumando à novidade, deixe-a ficar apenas o tempo que quiser. Durante esse período, dê atenção a ela, estimulando-a. Vale conversar, contar historinha, cantar , ler um livro... Sempre explique o que se deseja ali, até imitando o barulho do xixi. Se nas primeiras vezes o pequeno não tiver paciência para ficar sentado ou não fizer nada no tempo em que estiver no troninho, não desanime. Forçar pode levar a criança a associar o penico a algo ruim.
O Passo-a-passo do treino
Criar uma nova rotina e ter muita paciência é fundamental para que a criança entenda o uso do troninho.
Após as refeições, devido à tendência natural para evacuar, ou se houver um horário em que ela faça isso com mais frequência, aproveite para dar continuidade ao treino. Se ela pedir para ir ao banheiro antes de você sugerir, melhor ainda.
No início, tire a fralda no período diurno, por cerca de duas horas. Em seguida, ofereça o troninho. Aumente esse tempo gradativamente. Deixe seu filho no peniquinho por 10 ou 15 minutos. Não o force a fazer nada, mas estimule.
Explique que, para não precisar colocar mais fralda, ele deve fazer suas necessidades ali. Elogie, bata palmas, dê parabéns, abrace, beije, se ele conseguir ficar sentado por alguns instantes no troninho e, principalmente, se fizer suas necessidades. Aos poucos, o pequeno avisará a você ou ao pai que quer fazer ou que já fez o xixi ou cocô. Mantenha o peniquinho por perto nessa fase de treinamento. Fica mais fácil quando a criança pedir. Depois que ela estiver familiarizada com o troninho, leve-a ao vaso sanitário. Use um adaptador, para que a criança se sinta mais segura. Muitas crianças usam pouco o penico, por preferirem o vaso. Importante: esteja sempre por perto para auxiliar seu filho na segurança e na higiene. Os meninos começam a fazer xixi sentados, até porque não têm altura para ficar de pé diante do vaso. Quando a criança conseguir finalmente usar o troninho ou o vaso corretamente, mantenha o horário e a rotina, para fixar o hábito. Não se esqueça de limpar a criança com o papel higiênico, explicando que faz parte. Para não passar por situações difíceis durante o período de treino, previna-se. Se você ainda não tem total segurança de que a criança vai pedir para fazer xixi, quando sair para ir ao um shopping ou a uma festa, leve uma peça de roupa e até fralda.

Para não atrapalhar

. Procure não passar sua ansiedade para a criança. Às vezes ela fica sentada no troninho um bom tempo e, ao sair dali, relaxa e faz xixi ou cocô. Não brigue. O melhor nessa hora é limpá-la minimizando o ocorrido. Não a obrigue a ficar sentada e muito menos a fazer as necessidades na hora que você quer. Bater, então, nem pensar.
Diga:
“Tudo bem se não fizer xixi ou cocô desta fez, mas tente. Eu fico aqui do seu lado” “Como é o barulho do xixi? Vamos imitar?” “ Parabéns, você conseguiu!” “Agora você já pode usar calcinha como a mamãe ( ou cuequinha como o papai)”
A fralda Noturna
. Está “na hora” quando ela passa a amanhecer com a fralda sequinha. Para não ter de acordar no meio da noite, com o pequeno chorando por estar molhado, leve-o ao banheiro e estimule-o a fazer um “último xixi” antes de dormir. Se acontecer de “escapar o xixi” durante o sono, não brigue. Troque o que for necessário coloque a criança de volta na cama. Logo que ela acordar, ofereça o peniquinho ou leve-a ao banheiro. Não se esqueça de elogiar.

Fonte: Revista Especial meu nenê - nº. 27

Um comentário:

  1. Muito legal seu blog e otimo, e muito criativo, se depois vocês quiser olhar o meu blog e dar a sua opnião eu ficarei muito grato: http://derlandreflexivo.blogspot.com/

    ResponderExcluir