Sejam bem vindos!

Um dos requisitos necessários ao professor da atualidade é manter-se atualizado em sua área, inovar sempre e demonstrar criatividade e disposição para modificar e melhorar a sua prática pedagógica.

Portanto, este blog foi criado para auxiliar nesta tarefa, contribuindo para a troca de experiências, com novas ideias, sugestões, textos teóricos, mensagens reflexivas, vídeos e muito mais.

Espero que todos apreciem, dê a sua sugestão do que gostaria de ver postado aqui e deixe o seu recado, ficarei muito satisfeita em atender as solicitações sempre que possível.

Bom passeio a todos!



quarta-feira, 16 de maio de 2012

Benefícios da música


Benefícios psicológicos: A música é uma forma de comunicação, de afeto entre os seres humanos. Basta observar como os bebês aparentam compreender as mensagens emocionais contidas nas melodias entoadas pelos seus pais.

Benefícios fisiológicos: A música aparenta ter um efeito calmante no ser humano. Basta observar tantas culturas usarem, ainda que de maneira intuitiva, canções de ninar por tantas gerações.

Benefícios Culturais: As experiências musicais traduzem elementos da nossa cultura, daquilo que fomos, somos e seremos. A exposição a músicas de outras culturas também podem servir para ampliar o universo sonoro.

Benefícios auditivo-educacionais: As experiências musicais educam o ouvido e enriquecem a percepção dos sons, podendo dar uma base musical aos futuros ouvintes, executantes e/ou criadores musicais.

Benefícios estético-musicais: A música tem valor em si, já que possui códigos estéticos, auditivos e psicológicos próprios. Aprender a apreciar a boa música, seja ela, de qual gênero for, é também desenvolver um senso estético-musical.

Fonte: ILARI, B. S. Desenvolvimento cognitivo-musical no primeiro ano de vida. In: Em busca da mente musical: ensaios sobre processos em música: da percepção à produção. Curitiba: Ed. da UFPR, 2006. p. 271-302.

O que é música?


“Eu sou a música; das artes, a mais antiga. Eu sou mais que antiga, eu sou eterna. Mesmo antes da vida começar nesta Terra, eu já estava aqui – nos ventos e nas ondas. Quando as primeiras árvores, flores e pastos apareceram, eu estava entre eles. E quando o ser humano surgiu, tornei-me imediatamente o veículo mais delicado, mais sutil e mais poderoso para a manifestação das emoções das pessoas.
Quando os seres humanos eram pouco mais que animais, eu os influenciei de forma benéfica. Em todas as eras, inspirei-os com esperança; inflamei o seu amor; dei-lhes voz para suas alegrias; estimulei-os para realizarem valorosas façanhas; e os consolei nas horas de desespero. Representei um grande papel no drama da vida, cujo alvo e propósito eram a grande perfeição da natureza humana. Graças à minha influência, a natureza humana elevou-se, abrandou-se e tornou-se uma Arte Superior. Possuo uma grande quantidade de vozes e de instrumentos. Estou no coração de todas as criaturas humanas e nas suas línguas, em todas as terras entre todos os povos; o ignorante e o analfabeto me conhecem, tanto quanto o rico e o erudito, pois eu falo a todos, numa linguagem que todos entendem. Até os surdos conseguirão me escutar, se prestarem atenção às vozes de suas próprias almas. Sou o alimento do amor. Ensinei aos seres humanos a delicadeza e a paz; e os conduzi na direção de feitos heróicos. Levo conforto aos solitários e concilio os conflitos das multidões. Sou um luxo necessário a todas as pessoas. Eu sou a “MÚSICA”.
Anônimo.



segunda-feira, 14 de maio de 2012

Sugestão de material para ampliar o repertório musical das crianças da educação infantil

A ARCA DE NOÉ. Toquinho e Vinicius de Morais. Vols. 1 e 2. Polygram, 1980.
ACALANTOS BRASILEIROS. Discos Marcus Pereira, 1978.
AÇÃO DOS BACURAUS CANTANTES. João Bá, Devil Discos, SP, 1997.
ACERVO FUNARTE, MÚSICA BRASILEIRA. Coleção relançada em CD.
ADIVINHA O QUE É? MPB-4, Ariola, 1981.
ALEGRIA, ALEGRIA: AS MAIS BELAS CANÇÕES DE NOSSA INFÂNCIA – Coordenação: Carlos Felipe . Editora Leitura
AS MAIS BELAS CANTIGAS DE RODA. M. Viana/Nave dos Sonhos.
BANDEIRA DE SÃO JOÃO. Antonio José Madureira, Selo Eldorado, 1987.
BORORO VIVE. UFMT. Cantos dos índios Bororo.
BRINCANDO DE RODA. Solange Maria e Coral Infantil, Selo Eldorado, 1997.
CANÇÃO DOS DIREITOS DA CRIANÇA. Músicas de Toquinho e Elifas Andreato.
CANÇÕES DE BRINCAR. Coleção Palavra Cantada, Velas, 1996.
CANÇÕES DE NINAR. Coleção Palavra Cantada, Salamandra/Camerati.
CANTO DO POVO DAQUI. Teca-Oficina de Música, SP, 1996.
CARRANCAS. João Bá, Eldorado, SP. Canções.
CASA DE BRINQUEDOS. Toquinho, Polygram, 1995. Canções.
CASTELO RA-TIM-BUM. TV Cultura/SESI, Velas, 1995.
CIRANDAS E CIRANDINHAS. H. VILLA-LOBOS. Roberto Szidon, piano, Kuarup, RJ, 1979.
CORALITO. Thelma Chan, SP. Canções.
DOIS A DOIS. Grupo Rodapião, Belo Horizonte, MG, 1997.
ETENHIRITIPÁ. Cantos da Tradição Xavante, Instituto Itaú Cultural, SP, 1997 e 1998.
MADEIRA QUE CUPIM NÃO RÓI. Antonio Nóbrega, Brincante, SP, 1997.
NA PANCADA DO GANZÁ. Antonio Nóbrega, Brincante, SP, 1996.
O GRANDE CIRCO MÍSTICO. Edu Lobo e Chico Buarque, Som Livre.
O MENINO POETA. Antonio Madureira, Estúdio Eldorado.
O TESOURO DAS CANTIGAS PARA CRIANÇAS 2. Organizado por Ana Maria Machado. Editora Nova Fronteira.
O TESOURO DAS CANTIGAS PARA CRIANÇAS. Organizado por Ana Maria Machado. Editora Nova Fronteira.
OS SALTIMBANCOS. Adaptação de Chico Buarque, Philips.
QUEM CANTA SEUS MALES ESPANTA 2. Coordenação: Theodora Maria Mendes de Almeida. Editora Caramelo.
QUEM CANTA SEUS MALES ESPANTA. Coordenação: Theodora Maria Mendes de Almeida. Editora Caramelo.
QUERO PASSEAR. Grupo Rumo/Velas.
QUILOMBO MÚSICA, 1994.
RÁ-TIM-BUM. TV Cultura/Fiesp/Sesi, Eldorado. 81.
RUIDOS Y RUIDITOS. Vols.1, 2, 3 e 4. Judith Akoschky, Tarka, Bueno Aires.
SUCESSOS DA MÚSICA INFANTIL. Editora Criança Feliz.
VILLA-LOBOS DAS CRIANÇAS. Espetáculo musical de cantigas infantis, Estúdio Eldorado, 1987.
VILLA-LOBOS PARA CRIANÇAS. Ministério da Cultura- Funarte/ Instituto Cultural Ita.